Fernando de Noronha – onde comer no paraíso?

Por Rafa Cruz e Silva, nosso viajante convidado   Apesar de ser difícil, é possível sim errar na escolha de um estabelecimento em Fernando de Noronha. A gastronomia é um dos pontos altos do arquipélago, mas se você quiser prezar pela praticidade e comodidade, pode perder excelentes pedidas. Isso porque os restaurantes da praça central…

Fernando de Noronha – o que fazer no paraíso?

Por Rafa Cruz e Silva, nosso viajante convidado   Os atrativos de Noronha são, nessa ordem, belezas naturais e gastronomia. Apesar de ter alguns prédios históricos na ilha – que não enchem os dedos de uma mão – o tempo que você passar em Noronha será dedicado a praias, trilhas, passeios de barco, mergulhos e…

Fernando de Noronha – onde ficar no paraíso?

Por Rafa Cruz e Silva, nosso viajante convidado   Enfim chegado à ilha e com todas as burocracias resolvidas, é hora de fazer o check in na pousada que você antecipadamente reservou. Como disse, sem chances de chegar em Noronha para, a partir daí, ver onde vai ficar. Portanto, definir uma hospedagem é uma das…

Fernando de Noronha – Como chegar ao paraíso?

Por Rafa Cruz e Silva, nosso viajante convidado   A primeira preocupação do viajante que deseja conhecer Fernando de Noronha é a chegada. Por se tratar de um parque nacional marinho – e, consequentemente, uma área de proteção ambiental – o acesso ao arquipélago é rigidamente controlado. Para desfrutar Noronha você deve, inicialmente, se preocupar…

Em Cuba

Quando em Cuba, não perca o mar de vista. É fácil, tem sempre um malecón, esse passeio, com uma mureta bem rente à água, para ajudar. É lá que o povo para pra sonhar com o que tem do outro lado. Quando em Cuba, não perca a terra de vista. É fácil, tem sempre construções…

Lições de uma avó viajante

Eu tinha 19 anos e iniciava o curso de Comunicação, ainda achando que ia ser uma jornalista. Vovó me chamou no canto e disse que queria me contratar para fazer uma reportagem. Hã? Mas não uma reportagem qualquer, e sim uma reportagem sobre as ruínas na Cartago, na Tunísia. Veja: vovó Dalva tinha um invejável…

Muito além das fronteiras do blog: viajando no rádio

Eu sempre quis viajar. Viajar muito, conhecer o mundo, ir a cada canto, explorar lugares que ninguém foi ou que todo mundo já conhece, não importa. Importava, sempre importou e continua importando é que eu visse com meus próprios olhos. Que eu sentisse os gostos, o frio ou o calor, a umidade ou a secura….

Meio dia em Manaus

Quando a voz metálica cortou no ar a entorpecência da penumbra da cabine e despertou da sonolência provocada pelo artificial do ar, eu procurei pela janela os sinais de água. No negrume lá de baixo, um pouco mais denso do que o de cima, alguns filetes ainda mais escuros cortavam o nada. O nada, no…

Lugares improváveis: Madagascar

Na Avenida dos Baobás um grupo de 20 a 25 árvores, de uma espécie única e especial, com cerca de 30 metros de altura e 800 anos de idade, se alinha ao longo da empoeirada estrada que corta a região de Menabe, na costa oeste da enigmática ilha de Madagascar. Turistas de todo o mundo…

Para conhecer Minas

Para conhecer Minas Gerais, é preciso pisar suas pedras, brutas ou polidas. Mergulhar as mãos nas suas águas geladas que brotam das serras que cortam os céus azuis e adentram a terra. É preciso sentar nos bancos das igrejas e das praças. Tomar um café no interior de uma casa do interior. Comer queijo, bastante…

Conhecer a Terra

No primeiro dia de 2012, eu tomei uma decisão. Não que tenha sido grande ou realmente decisiva. Mas eu tomei uma decisão. E mantive ela desde então. Eu ia fazer pilates. Sabia que era necessário e era chegada a hora. Escolhi local e horário. Encarei o preço. Comecei. Decidi ser ainda mais radical e tomei…

Santa Irene, alva sob o sol

A primeira vez que eu vi Santorini, branca era a cor que pairava. O dia estava apenas nascendo. Mas a história já ia longe no tempo(A). O vilarejo parecia debruçado sobre um beiral, à nossa espera. Como uma namoradeira, que espera e suspira na janela – referência mineira como nós somos. A sensação, no silêncio…